Conquista Sangue Bom. Corrida incentivará a doação de sangue

Vitória da Conquista terá pela primeira vez, no mês de maio, uma corrida voltada para o incentivo à doação de sangue. Trata-se da Corrida e Caminhada Conquista Sangue Bom, que está sendo organizada pela Newtime Cronometragem.

Fábio Oliveira, organizador do evento disse que a idéia de realizar uma corrida com esse objetivo surgiu devido a um problema pessoal. “A corrida Conquista Sangue Bom eu já pensava há 3 anos, mas só agora conseguimos tirar do papel e torna-la realidade. A idéia se deu a partir de uma necessidade na minha família, quando uma tia com Leucemia teve uma dificuldade muito grande de conseguir doadores. Eu não tinha noção desta dificuldade e a partir daí resolvi pensar esta corrida como forma de incentivar a doação”.


Para realizar um evento que marcará o ano esportivo, a organização buscou parceria com o Hemoba, que disponibilizará uma semana antes da prova o Hemóvel, que é o ônibus que coleta doações e que ficará de 7 a 11 de maio no Boulevard Shopping das 8 às 17 para atender aos doadores da cidade. “Vamos vestir esta camisa. Esperamos que pelo menos 300 doadores compareçam, pois um dos objetivos desta corrida é justamente aumentar a captação de sangue no Hemoba, que é de grande importância para o atendimento a pessoas quer estejam em tratamentos nos hospitais da Bahia”, disse Fábio.

Segundo ele serão 600 inscrições e “esperamos contar com todos os corredores da região. Tenho certeza que entrará no calendário e crescer a cada ano”. “Quanto a inscrição, será de R$ 39,90, valor bem abaixo da média das corridas por se tratar de evento sem fins lucrativos conscientizando mesmo sobre a importância da doação de sangue”, afirma.

Fábio Oliveira tem uma história neste esporte na cidade. Ele começou a correr em 2001 em São Paulo, incentivado por um tio e neste mesmo ano veio para Conquista. Aqui conheceu a Corisco e fez a minha primeira corrida. “Naquele mesmo ano comecei a ajudar nos eventos”.

“De 2006 em diante assumi uma das diretorias da Corisco e passamos a organizar corridas aqui e participar de eventos na região”, relatou.

Quanto as dificuldades, ele lembra que para realizar corrida de rua sempre existiram e existirão. “Mas eu entendo que falta muitas vezes pelos organizadores se profissionalizar, isso em toda a Bahia e até mesmo em outros estados. Quando o evento é tratado com profissionalismo, com projetos e equipe especializada dá certo. Não adianta ter uma ideia na cabeça e sair atrás de apoio. Isso não vai funcionar. Tem que entrar com equipe de marketing, comunicação, uma equipe de suporte da corrida bem formada e que conheça esse projeto”, disse.

“Quem fazia as provas e não buscou um trabalho profissional, viu suas provas acabarem ou ficarem reduzidas a pequenos grupos de participantes. Quando percebi essa condição, investi em um trabalho profissional. Criamos a New Time Cronometragem, que é pioneira no interior do estado da Bahia e tem crescido muito. A agenda está sempre cheia, sempre rodamos pelo estado. Assumimos o serviço de cronometragem do circuito do SESC que o maior do interior da Bahia, tudo por conta de organização”, explicou Fábio, que dá um conselho a quem pretende ser um organizador: “A estrutura tem que ser boa, com medalhas, troféus, camisas de qualidade e uma infraestrutura no dia da prova que agrade aos atletas. Não adianta ir atrás de um patrocinador e não dar retorno. É preciso organizar para que o empresário invista neste esporte”.

Matéria de Júnior Patente

1 comentário

  1. Antonio T S Martins
    24 de abril de 2019    

    Amei essa idéia. Serve de exemplo
    para todos.
    Além de incentivar a prática da atividade
    física para muitas pessoas ainda tem a parte social, através da doação do sangue.
    Também participo á vários anos de corridas de rua e aptr.
    Boa sorte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com